Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Pensamentos ao acaso ...

 

 

Perdão, foram precisos anos para compreender um facto indesmentível, mas que permanecera escondido. Sempre olhei para a atitude de perdoar como algo pessoal, longe de um qualquer conceito religioso. Longe de um fardo a que o meu orgulho teria de ceder. Achei que pela minha forma de ser, agir e pensar, seria mais eu a ter de ser perdoado do que a perdoar. Anos a persistir nesta noção, quase me destruiram por completo. Até perceber, até entender que era exactamente o contrário. Nada tem de arrogância ou pretensão. Muito menos qualquer visão  excêntrica de um louco, mas finalmente descobri que eram mais as coisas a que eu tinha de perdoar do que as que tinha a ser perdoado.

 

Máscaras, odeio pessoas que se revestem de noções falsas. Escondem-se atrás de miseráveis argumentos e fraqueza rastejante. Que todos usamos máscaras, é real. Não acredito na sinceridade absoluta, até porque o dia-a-dia comanda. Temos de nos disfarçar. Mas fazê-lo porque não o são e querem ser, é lastimoso. Nojento.

 

Falhas, sou o que técnicamente se chama "um fracasso social". O meu contributo para a sociedade baseia-se no egoísmo. Limito, propositadamente, o meu respeito e paixão a um número restrito de pessoas. Falho em entender porque insistem as pessoas, em amar tudo o que se move ou respira. Porque insistem em passar férias sistemáticamente nos mesmos sítios. Porque regressam sempre da mesma côr, confundindo-se entre todo o resto. Não consigo sentir onde está o valor de gostar das mesmas coisas ou sensações. Mas a minha maior falha é abominar quem diz abrir os seus braços ao mundo! Sentir o mundo. Quando basta olhar com atenção para ver que esse mundo a que abrem os braços, até no rir se tornou igual. Falso e sem prazer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







topo | Blogs

Layout - Gaffe