Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Já reparaste como deliro? Uma febre por pele e por estar aqui. Como se fosse possivel transformar o sol e esconde-lo no meu bolso. Saberia assim como encontrar o calor. E alguma luz também ajudava, acho.

Eis como se constrói a armadura, como se transforma a fé em escuridão. Sem direito a perguntas e respostas. E como me fica bem! Este fato feito por medida...

 

Não me causa transtorno que sofram. Cada um tem a sua faca. Cada um sabe o que fazer dela. Para mim, ela serve para vos insultar! Mostrar que não existe linha alguma entre o ódio e a paixão. Que somos guiados por ossos, isolados em fibra de titânio. A fibra chama-se erro. Paraíso. Inferno. Que paródia, fronteiras de carne e osso! A sonharem com dias melhores. Nem em mil vidas isso seria possivel.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe