Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Recebe o Mundo ...

 

 

"Liberdade. Apenas os realmente loucos, os criminalmente insanos, conseguem ser livres. Aquele momento de afastamento da realidade concebida. Apenas os ditos loucos que gemem e gritam horas a fio até ficarem roucos de tanto uivarem, sabem o que é realmente ser livre. Por momentos, a linha é quebrada e o patamar é atingido. Por momentos, as regras e as pessoas deixam de ser importantes.

Conheço um louco, no entanto mais são do que eu, que é capaz de gritar horas. É capaz de se agitar em espasmos quase inumanos. E sistemáticamente, sempre, quando a injecção traquilizante lhe é administrada, solta lágrimas e pergunta " porque é que me acordam?".Talvez não queira a nossa liberdade."

 

"Porque razão devo carregar o fardo da desgraça alheia? Não sou muito altruísta. Sou genuínamente egoista, pois só luto pelo que me interessa e porque quem mais amo. Não existem causas realmente infaliveis. Matei, cínicamente, tudo o que se assemlhava a profetas e profecias.  Tornei-me profundamente descrente, mesmo nos gestos mais benígnos. Veja-se, considero a superior madre Teresa como uma interesseira que nada mais fez do que propagar uma fé ruinosa! Prefiro conviver com os ditos desfavorcidos pela cabra natureza, do que com o resto da elite.

 

... Matem-me, por favor."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Lilith Burton a 06.09.2012 às 20:49

É verdade, só é livre, realmente livre, quem se largar dos filtros que o nosso cérebro tem, do que é considerado correcto.
Como já te escrevi, dá para reparar que ainda sou ingénua o suficiente para acreditar na bondade. Há medida que os anos passam cada vez desconfio mais das pessoas, cada vez mais vejo obras de bondade com olhos suspeitos, penso que é tudo para benefício próprio, não vejo altruísmo. Apesar disso, eu forço-me a acreditar na bondade da humanidade. Ela existe. Não acredito em deuses nem em causas de fé, mas no bem eu ainda acredito. Ainda...

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe