Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

 

Retratos do caminho ...

 

Pelos caminhos de cicatrizes e feridas abertas, numa fraca luz. Luz da não-existência.

E que tranquilidade, testemunho! Doce paz. Serenidade interior.

Que suprema felicidade! Caminho seguro para o extâse.

Em face da maior das mentiras - feita verdade.

Com Ela, cada sonho se esmagou. Arrassado e perdido!

 

Cada simples e única palavra, silenciada. Para todo o sempre.

 

Descida. Queda. Regresso ao primado de tudo. Grotesco. Belo. Nada.

 

 

Os jardins de estranhas ilusões mirraram. Sem os sonhos que poderiam dar-lhes vida.

Longe dos ventos de estagnação da alma. Monumentos para um evangelho silenciado.

Morada para um feto apodrecido dentro do ventre da natureza.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe