Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O conceito de grandeza num ser humano não se mede realmente pelo dinheiro possuído. Nem sequer pelos bens ou pelas paixões. É grande de espírito aquele que é genuíno. Que segue o seu próprio caminho, mesmo contra as regras dos outros.

Não conheço muito seres humanos realmente grandes de alma. Talvez porque os meus conceitos de grandeza humana sejam diferentes. Ou se calhar, porque eu é que estou errado e por isso, longe da realidade. Não me interessam as benesses dos santos. Não acredito em praticamente nada que não me seja provado. Por isso, as poucas pessoas que ainda admiro, acho-as grandes. Imensas.

 

Mas reconheço o conceito da falta de grandeza na maior parte das pessoas que giram à minha volta. São imensas! É quase obscena, a quantidade de má raça que habita o nossa planeta. Antes de qualquer outra noção que eu possa ter, seja errada ou certa, o que mais me enoja é a estranha capacidade de adaptação destas criaturas. Não criam nada de novo - antes assim fosse! Seguem e imitam. A mera noção de paz é algo  que parece ser impossivel no seio desta gente. Não consigo perceber onde reside o prazer e a glória pelo assumir da sua condição: lixo.

E caminham ao lado dos que apenas querem seguir a sua vida, apenas pretendem a distância do seu murmúrio lamuriento e mesquinho. Bem sei que a sua condição apenas serve para seguir e imitar. Bem sei que a sua raiva e gemidos de ciúme são condição, são incapacidade de escapar aos dias de solidão forçada. Longe da chama e do calor dos que são realmente grandes.

 

Os dias passam. Os anos pesam e esfumam-se as esperanças. Mas se existem os que comandam e dão como bem-vinda a solidão porque é partilhada e preservada, também existe a vasta manada de incapazes. Incapazes de respeitar distâncias e desprezo. Mesmo recebendo os pontapés, a manada é sempre igual. Persegue, chateia e espuma-se de raiva inútil.

Talvez  para a maioria de incapazes, a vitimização seja a tradução da sua incapacidade de crescer. Ou então, a frustração de ver que todas  as sua opções de vida foram um erro colossal!

Seja como for eu não as lamento. Odeio-as!

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe