Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



"Suponho que para a maior parte das pessoas, lamentar representa um acto de entrega. Uma forma de pedir desculpa após uma qualquer atitude que pensam ter sido errada. Suponho que lamentar é realmente a incapacidade de sermos nós mesmos, a nú e sem barreiras. Em atenção ao espelho bem à nossa frente. Um reflexo que não mente.

Então lamentar é não aceitar. Lamentos significam incapacidade de envelhecer e aceitar. Lamentamos a juventude alheia e a gargalhada que muitas vezes não compreendemos. O que gostariam de aceitar com o "lamento mas ..." é o que não podem realmente. O que são. Não o que gostariam de ser.

 

Pois que fiquem com o lamento!

Eu prefiro lamentar-me depois de o ter feito. Nunca uso o acto para justificar algo que não fiz. Porque razão seria mais feliz lamentando algo que não fiz? Se o que fiz/faço/farei for justificativo para lamentar é o que farei. Mas acima de tudo, para que o faça, preciso de uma razão."

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Mariella a 19.05.2013 às 16:08

perfeito!

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe