Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um pequeno paradoxo para o caminho da loucura,

 

o esquecimento do som de uma promessa.

 

Não de uma das muitas promessas que ficam por cumprir. Não.

Aquela sussurrada ao ouvido numa noite de escuridão e anticipação. Onde as mãos se unem em frente ao corpo. E as testas se tocam. E os olhos semicerrados, capazes de engolir a alma, se reconhecem como únicos e verdadeiros.

Está feito o caminho. Pejado de sombras e malditas preces que nunca se realizam.

Mas fica aquele sabor, muito para além do suave tilintar dos copos cheios de raiva e amargo sabor.

Permanece aquele calor que desejo. Aquece-me a alma, saber de promessas cumpridas.

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe