Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sei perfeitamente o que dita a racionalidade em relação a festividades: é tudo relativo e a importância dada depende da pessoa.

 

Mas eu não acho que isto seja verdadeiro. Penso que a racionalidade se engana e se assim não for decidi abrir uma fissura na teoria. Acredito que sim. Interessam sempre os dias mais importantes da nossa vida, mesmo que se clame aos céus que não. Que se trata apenas de "mais um dia". Não acredito. E principalmente: os aniversários são o teorema absoluto da nossa parca existência. Nenhum dia é mais importante, mesmo perante filhos, amores ou tragédias e alegrias. Completar mais um ano neste mundo é o mural onde se inscreve o ano que passou pelo punho pessoal. Intimamente não se limita a ser nosso. Pertence apenas a nós.

 

Sei que a Gaffe faz anos hoje. Soube porque li palavras emocionadas. Esperava que escrevesse algo e assim poderia desejar um bom dia de anos. Ainda não aconteceu. Decidi debitar palavras tentado esconder o meu egoísmo que ordena não a satisfação de oferecer um cumprimento, antes regozijo do prazer da companhia nos últimos meses. Não venho para oferecer, apenas afirmar que em muitas das palavras escritas pela mão da Gaffe, tantas vezes fechadas em ironia e falsa arrogância, encontrei um calor  desconcertante. Uma amizade que sempre me coloca fora de balanço. E não apenas por mim.

 

Pouco me importa o que se pense e até o que se julgue mas até hoje eu nunca me senti traído pela Gaffe. Apenas isto é o suficiente para que lhe deseje vida longa. Mas também me tenho divertido e principalmente ( sim, sei que sou obstinado!) porque a Gaffe é uma criatura profusamente atmosférica. Nada prisioneira da linearidade intuitiva tão querida a tantos. Apenas uma pessoa nestas condições me faria escrever algo tão analítico ( ... se calhar até de mais!) num dia de anos.

 

Não existem concessões para mim em dias assim, Gaffe.  São especiais. Para o bem ou para o mal.

 

Se houver lugar a brinde é um costume nórdico lembrar os amigos, antes de qualquer outro desejo.

 

Feliz aniversário. Hoje é um bom dia para fazer anos.

 

* Espero que não se importe do que escrevi.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Isa a 27.04.2017 às 21:18

Adorei.

Agora vou lá dar-lhe os parabéns.:))
Imagem de perfil

De Fleuma a 28.04.2017 às 11:29

Acho muito bem.

Abraço.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.04.2017 às 14:14

Como poderia eu trair quem se encontra tão perto de mim, quem me adivinha desta forma?!

Obrigada, meu querido Fleuma. É um belo presente de aniversário aquele que acaba de me oferecer e atenua o receio que sinto quando o leio sugerindo um abandono.
Quero que saiba, e sei que já o sabe, que gosto muitíssimo de si e que uma miúda mimada como eu ficaria muito triste e muito zangada se me obrigasse a deixar de o ler, de o ter.

Imagem de perfil

De Fleuma a 28.04.2017 às 21:05

Genuinamente Gaffe, tem sido um prazer.

E muitas vezes o que termina pode tornar-se numa grata recordação, o que é essencial.

No entanto, enquanto aqui estiver serei companhia.

Abraço.

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe