Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Então, de cada vez que me segredam

que onde mora a noite, mora a desilusão

Tu me demonstras outras noites.

 

Por onde caminhamos, outras luas se formam

porque, de onde olhamos, mora a aurora

Mas continuamos a caçar a noite.

 

Se me condenam a uma vida passada ao sol

no calor das horas matinais

Em ti, antecipo a escuridão nocturna.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:







topo | Blogs

Layout - Gaffe