Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Recebi hoje um Email, no minímo, estranho. Aliás, este meu recanto por mais escuro que o queira e abaixo do radar social, o mais possivel, parece exercer uma aberrante atracção. Confesso, que tenho recebido demasiadas mensagens, para o meu gosto. E o que mais me intriga, é o facto de serem comentários ao que aqui escrevo. As pessoas parecem não ter a coragem de me comentar, abertamente, no próprio Blog. Assim, enviam mails. Dir-se-ia temerem, que deste lado resida um ogre. Criatura mítica que não goza nunca, o infeliz, de grande respeito. 

Alguns desses mails, pura e simplesmente, me pedem para fechar o Blog. Que o que aqui escrevo é uma aberração. Que não passa de uma antro ateu. Alguns são meras relíquias de insultos, pragas e outras banalidades. Não vou justificar-me. Apenas rir-me. E muito.

Depois pedem para não divulgar nomes. Ou seja, são castas(os) demais para admitirem públicamente, que lêem o que escrevo. Eu! O grande ateu.

Cobardes e pouco conhecedores. Mas eu nunca revelo nomes. Afinal preciso de palhaços que me sirvam para o circo.

Também recebo mensagens de suporte. De pessoas que comigo se identificam, mas porque vão á igreja ou são admiradas nos seus respectivos Blogs, preferem o anonimato. Não serão, portanto, desavergonhadas. Como eu. Uma preciosidade! E contínuo a rir!

Mas este email de que decidar falar, prometendo não divulgar nomes,shhhhhhh...., pergunta-me simplesmente, se o que aqui escrevo, é realmente assim. Se penso realmente assim? Lamento desiludir quem me odeia, mas é verdade. Sou mesmo assim! Se decidi abrir este "buraco" foi para exorcisar-me. Escrever o que penso. E não. Não sou o vosso amiguinho gótico-depressivo. Não digo cortar as veias por que detesto o mundo. Que de facto, odeio. Não sou o vosso amigo emo a quem mandam abraços e ternuras. Sou assim. Nunca preciso de fingir. Não preciso de fingir ser depressivo, porque infelizmente, é o que sou. Mas vocês têem  as vossas amizades. Os beijos e as flores. Porque raio precisam de vir aqui?

Admito, para quem queria apenas estar só, e destilar frustração, tenho tido grandes revelações. Sobre a forma como somos. Todos.

Tem sido uma grande viagem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:







topo | Blogs

Layout - Gaffe