Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Deveria lamentar ser assim? Ser capaz de afastar as mais elementares razões para ser aquilo a que normalmente se chama "feliz"? No estado actual das coisas, da maneira como se caminha, supostamente lado a lado, nunca terei outra alternativa. No fundo, trata-se de apenas conservar na minha vida, quem realmente me acompanha. Egoísmo? Egocêntrismo? Penso que não. Neste autêntico asilo mental que existe na nossa vida, está ditado o corolário do que afirmo. Confiar cegamente? Nem em mim próprio! Ambicionar ser feliz? Relativo. E acima de tudo, francamente exasperante! Nunca nos adaptamos aos outros. E se conseguimos faze-lo e a outra pessoa também o consegue, aí sim, podemos ser "felizes"!

Sei como isso é raro. Por isso "amo" pouco. Porque poucos são os que me fazem feliz. E poucos são aqueles a quem dou felicidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:







topo | Blogs

Layout - Gaffe