Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Assim é, pressinto o fim deste meu recanto. Não para fazer a vontade de outros. Se calhar até será. Mas porque estou estranhamente absorto em outros locais. Nunca pensei que pudesse ter tantas "visitas" em tão pouco tempo. Porque será? Se calhar o que escvrevo, que esperaria serem palavras ao vento, correspondem ao que outros, muitos outros pensam. E são. Quem diria. Eu um insolícto e cruel filho da puta? Eu, um absorto pária. Que só penso em mim. Eu, o  frio e racionalmente cão! Aquele que devassa o que têm de melhor na vida. Este local de escrita, proscrito e maligno para quem o lê, tornou-se um local de alguma fauna rara. Os poucos que me conhecem de outros blogs, para onde regressarei em breve, porque são como eu, vermes racionais, incapazes de respeitar quem os ofende, e porque me chamam a regressar com frequência, sabem que há muito aprendi a lidar com a incompreesão alheia. Que só quero silêncio. Sim, sou um valente filho da puta! Mas se calhar porque prefiro partir a vergar! Seja! Nunca pedi comentários. Ou cabra complacência. Odeio-a! Esses visitam-me e noutros locais, comentam. Conhecem-me. Como lobos conhecem a sua alcateia. Assim será sempre.

E depois chegam os outros. Que me assolam este recanto. Uns para ler e pensarem. A esses, verdadeiramente a esses, o meu sorriso. Espero que entendam o que escrevo. Se não, apenas leiam.

Há os que julgam apenas. Sou o que nunca foram. Arrogante e mesquinho. Incapaz de um elogio! Escrevo o que sinto. Acima de tudo, coisa que apenas almejam, tento ser Eu! impensável para eles! Esquecendo que este seria um local de pacificação pessoal. Onde apenas se atribuem significados obscuros ao que escrevo porque se espelham na minha frustração. São ocos. Amam a virtude de ser sincero. Mas não admitem essa sinceridade. A não ser que seja a que lhes convém. Mas continuam a ler, apenas para se autoelogiarem. Eu!? Credo! Jamais faria isso! Que egoísta! Assim não és meu amigo! Patético. Nunca saberão como é bom ser assim. Injuriado por puro e imbecil preconceito. Ignorância é uma coisa. Vontade de permanecer cego e idiota é outra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:







topo | Blogs

Layout - Gaffe