Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Feito o caminho que o separava da loucura, só então reparou nas mãos. No preciso momento em que olhou para um solo ensopado, levatou os braços. E nas mãos, sangue.
A príncipio dúvidou. Incrédulo e insencível. Pasta seca e vermelha. Só então acreditou na demência. Riu. Gargalhou e chorou. Sempre de olhos húmidos, postos nas mãos e no  sangue.
Finalmente, rompido o último raio de esperança e sanidade, dançou. Sapateou ruidosamente. Agitou-se furioso. Combalido por uma bizarra dança de náufrago. E nunca parou de rir. Mais e mais alto ...

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe