Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

O caminho feito na neve espessa. As minhas botas, pesadas, afundavam-se em neve até aos  joelhos.

O brilho do gelo, sob um céu prata-chumbo, tão intenso e estonteante,  fazia com que retirar os meus eternos companheiros, os óculos densamente escuros, se tornasse um de  pura insanidade. Cegaria, sem dúvida.

Caminhavamos num deserto de neve, recordo-me perfeitamente. Avistávamos apenas, ao longe, árvores secas. Que depois confirmávamos estarem hirtas e geladas, com ramos que se partiam ao mais pequeno toque. E o frio! Tanto e tão cruel! Caminhar num vale tão claro e puro; e ao mesmo tempo tão tiranicamente gelado. A cabeça, tapada por um grosso gorro negro, que me cobria até ao pescoço. Apenas dois buracos, ao nível dos olhos, também cobertos pelos óculos escuros. Ainda um imenso e felpudo capuz, preso a um pesado casaco que me chegava quase aos pés! Camisolas, muitas! Pesadas e quentes. Três pares de luvas de pele, ainda assim, tanto frio!

Não havia vento, pelo menos naquela zona. E, lembro-me tão realisticamente, ao chegarmos ao sopé que nos daria passagem para o local que ansiávamos, o animal imenso que passou, largos metros à nossa frente: um veado. Plácidamente se deslocou para a frente, até à floresta gelada, ao longe. Com tal visão, tu emitiste um  AH!... que só eu escutei. Eu, por baixo do gorro, só consegui cerrar os dentes num sorriso de espanto!

Por fim, chegaramos. Não era muito longe  da nossa residência provisória, seria apenas o gelo que tornava o caminho tão duro.

Ficámos especados. Ali. Debaixo de um frio glaciar. A ver as ondas do mar a chegarem à praia. Bizarro. A água friada cor do chumbo, mas não gelada. A areia gelada e branca. E entre onde estávamos e o mar sinistramente calmo, uma fina e ténue linha de terra húmida e castanha, separava o gelo da água. Como uma fronteira entre diferentes universos.

Perdi a noção do tempo que lá permanecemos. Apenas o facto de que essa visão ficará cravada na minha consciência até ao fim dos meus dias.

E também ficou a vontade de lá voltar. Coisa que farei. Em breve ...

Autoria e outros dados (tags, etc)





Arquivo

  1. 2018
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2017
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2016
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2015
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2014
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2013
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2012
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2011
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ


topo | Blogs

Layout - Gaffe