Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

 

Georges Bataille escreveu, que neste mundo apenas temos duas grandes certezas: que não somos tudo e que iremos morrer. Aprendi isto, de maneira insofismável e dolorosa quando deixei de procurar uma luz ao fundo do túnel e acreditei que a resposta estava no lado oposto. Na escuridão. O esclarecimento que tem toldado a minha visão, porque se tratam de respostas que nunca pensei encontrar num universo tão afastado da visão normal das coisas, muito seguramente não me levou para o meio de quatro paredes brancas e almofadadas porque mantenho a razão como alicerce céptico. Ainda ...

 

Estou, há anos, longe da crença de raiz angelical e de um paraíso acima da minha cabeça. Apenas porque sempre me custou aceitar a visão de quem nunca olhou para o seu semelhante de igual forma. O seu Deus é grande! E tudo o resto vacila aos seus pés. Porém, não existem respostas para vagabundos como eu. E nunca tive medo de olhar para outro lado. Pela recusa de ser ovelha e olhar para um rebanho em desespero de causa.

 

Foi na escuridão, longe da claustrofobia supersticiosa, que encontrei uma saída. Muito embora, ainda não tenha saído, porque me recuso a sair sem absorver tudo o que consiga. Mesmo que, por gula, venha a afundar-me. Preciso. Necessito disso.

 

Bem longe do alegre viver de tantas criaturas. Contentes por uma pequena migalha. Ainda que eu saiba ser comum a tantos outros, pelo menos em futura velhice e mortalidade certa. Reconheço, no entanto, a desilusão. A oposição a uma luz opaca de um santo padre que não consegue iluminar a mente de ninguém. E por estranho que pareça, as conclusões não me assustam.

 

Não vejo nada a ganhar ou perder na convivência humana. Ainda estou para ver algo que seja realmente permanente; pelo menos perante o olhar inquisidor do tempo. A vontade de encontrar respostas num mundo para além do universo físico será sempre uma barreira para a nossa vida real. Georges Bataille tinha razão; não acredito que alguma vez possa haver êxtase ou salvação. Não seremos iluminados ou julgados. Apenas por um breve momento, uma pequena fissura, poderemos sentir o que significa verdadeiramente estar vivo. E já me disseram que apenas acontece a quem está atento.

 

Porque quando passa, a existência deixa de ter qualquer sentido. Espero que sim. Já que depois apenas resta o inevitável regresso a Nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De Rii* a 06.10.2016 às 22:10

agradeço o teu comentário.... e é por causa de pessoas como tu que eu ainda continuo a publicar os meus textos.... porque neste mundo há pessoas que criticam sem dar a cara, sem saber a história por detrás das minhas palavras.
são pessoas ignorantes que não sabem o seu valor
desculpa qualquer coisa, fica bem

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe