Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Não existe melhor e mais apurado método de ajuizar uma criatura do que nas palavras é simplesmente estúpida. Ser simplesmente estúpida encerra em si uma limitação intransponível a qualquer método. Não é sequer ser inútil, que aqui ainda se pressupõe que algo passível de ser feito pode ainda acalentar esperança. No fundo, existe a franca possibilidade de reverter o processo e que a inutilidade possa ser preenchida com utilidade. A criatura meramente estúpida, que nem sequer é apenas estúpida, é apenas e só estúpida. Poderá ter nascido como todos os outros, cognitiva e com amplas possibilidades de expansão racional, mas por um processo absurdo de negação, simplicidade existencial e falta de ambição que não a de uma vida de desvelo, escolheu a estupidez arrogante.

 

A criatura que na sua mais prosaica e simples estupidez acalenta ideais de comparação com quem se lhe revela francamente superior a qualquer nível, seja mental seja físico, nem sequer carece de pena. Porque é simples a sua estupidez. Não necessita de qualquer esforço pessoal para justificar como é estúpida. Os seus atos, pensamentos, alimentam o que é. Estúpida.

 

Este é o estado mais regressivo da mentalidade dita humana. Uma escolha pessoal. A simplicidade estúpida é a causadora das ignorâncias imbecis. Dos tormentos causados ao alheio e conspurcar da capacidade de privacidade que deveria ser obrigatória. Aqui florescem os poucos pensamentos realmente impossíveis de tolerar e se formos expressamente racionais, observamos que são sempre os primeiros a sucumbir às crises e tormentas.

 

É absolutamente frio reconhecer uma criatura que respira o mesmo ar como simplesmente estúpida. Mas isso apenas acontece pelo testemunho in loco de evidências. Da simplicidade idiota do método, a grotesca mixórdia de absurdos que fomentam as suas teses estupidamente irracionais até ao mero facto de todo e qualquer esforço de respingar nódoas da simples estúpida, tudo serve para reconhecer e justificar este método infalível de ajuizar.

 

Simplesmente estúpida é pois o que de mais baixo a casta humana dispõe. Absurda devoção ao normal e uma absoluta permeabilidade  ao irrisório mascarado de porca sofisticação.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe