Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ou as agruras de Nossa senhora!

 

É mais fácil para uma criatura de hábitos simples e porque não, se em si retiver aquela rústica e quase analfabeta fragrância que sempre parece acompanhar estes peões, trocar os seus caminhos de outrora quando a perdição poderia bascular trilhos mais sinistros,  por um ofegante - eu vi a luz!! Porque não enfrentam dilemas de grandeza sabática ou porque desde logo a sua moral pessoal é tão precária como os seus pensamentos. É fácil e nem sequer requer técnica especial.

 

Fascina-me o mero facto, momento de simplicidade existencial em que existe a transfiguração de uma cretina ambulante, pejada de caricaturas supostamente imaginadas como referências, em algo muito próximo de uma santa que, antes vivendo por acessos de pecado fantasioso se redime e se rende às águas serenas da pacificação pessoal. Sua e dos outros. Creio ser lindo, este processo!

 

Fico sempre acometido de ternura quando pressinto uma alma simples e corrupta tornar-se num bastião de pacificação. Que o Taoismo pode ter muito para dar. Ainda que sejamos servos de uma essência incolor e na nossa pequena mente resida um colossal buraco negro devemos sempre, mas sempre tentar massajar as costas de um qualquer monge budista e assim, entre pequenas gotas de suor e ligeiras doses de pus e pontos negros, tentar obter algo da sua energia vital. Sabedoria e tolerância! É ponto assente.

 

E recomeçamos um novo-velho ciclo de expansão universal. Para isso, necessário se torna escrever com alguma alma e sobre assuntos que outrora apenas se destinavam aos escolhidos. É imperioso deixar para trás as chagas do passado e quando tudo o que era escrito por nosso punho, nem sempre acompanhado pelo buraco negro cerebral, não saía daquela pequena e dúbia zona do retardamento mental ordinário e a pulsar de legitimidade negativa.

 

A propósito de negativo, evitar demónios e afins! Por favor. Mesmo sendo danados por serem filhos da suposta senhora. Estes já não se salvam! Até porque de certeza que a energia universal não chega para todos.

 

Fascina-me. A sério. Como se quem toda uma existência foi falha de conceitos minimamente racionais pudesse alguma vez aspirar a algo melhor!

Autoria e outros dados (tags, etc)







topo | Blogs

Layout - Gaffe