Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

"Comentário no post Olá, Sandice ...

Quem é o infeliz que fala de alguém morto desta forma?! De certeza não é a mesma pessoa que alega ter alguém doente, com gravidade e seriedade tais, que o levariam seguramente a pensar muito, mas muito, antes de falar nos pais mortos dos outros. Parece, passar levianamente sobre a importância que esse alguém, tão tragicamente doente, terá para si, se desvaloriza a vida, tal é a leveza extrema com que se refere à morte e à perda de outros, bem como à dor de quem perdeu os que ama!Não incomoda toda a sandice e insultos. Aparvalha-se, é com a forma como se fala de alguém que morreu e como se confundem duas pessoas que não têm nada a ver uma com a outra! Verificará no Ip fornecido, que pode analisar e comprovar da forma que queira, junto das instâncias que quiser, em como é legítimo e fixo (não muda ou se mascara) que não tem nada a ver com a suposta Pink Poison que o comenta cujo pai está vivo! Por aqui pode continuar no registo "caloroso" de puta para cima, cunt para baixo, fezes para a esquerda e o que entender para a direita. Não afecta, só diverte. A única coisa que se aconselha, caso não dê muito trabalho é que se respeite a memória dos mortos dos outros, como gostará que respeitem os seus, que também os tem e terá. Que não cuspa para o ar porque "acordar" morto acontece a qualquer um. E que doravante não se mencione jamais quem morreu!!! Quer ofender, denegrir e realizar as suas frustrações através dos vivos... pois, esteja à vontade. Aos mortos pede-se-lhe QUE OS RESPEITE! SE não sabe distinguir e ler que o pai de uma está vivo e da outra morreu abra os olhos!!! Não se admite que falem de quem já não está sobre a Terra e se deseja com muita força esteja em algum lado melhor. Tenha um pouco de senso. È o mínimo que se pede em relação a alguém que se pena e se chora. Se você é feito de pedra e de gelo e dos seus mortos ri, pois ria! Mas não desrespeite os nossos. PERCEBEU! E não confunda uns com outros. Exactamente como acções com as quais não se tem a ver. Está à vontade para decretar feriado o dia de hoje. Há mais de três anos que não tinha um comentário proveniente deste destino, mas finalmente ganhou-o! Concluindo: Passe o resto da sua vida a dirigir-se aos outros de modo calunioso e miserável que se vê, na boa! Contudo, RESPEITE OS MORTOS! Não fale sequer neles!!! De resto encha a boca de tudo que quiser. Só serve aos outros aquilo que eles queiram aceitar. “Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?”, perguntou o samurai.“A quem tentou entregá-lo”, respondeu um dos discípulos.“O mesmo vale para a inveja, a raiva, e os insultos”, disse o mestre. “Quando não são aceites, continuam pertencendo a quem os carregava consigo”.Passe, muito bem! O que lhe desejamos é que, caso tenha alguém realmente doente ou a passar por uma fase difícil, que se cure e a possa ter muito tempo ao seu lado e serem felizes!

Does a name Matter (IP: 109.49.200.104) a 19 de Dezembro 2016, 01:39

 

 

A resposta é, se calhar, tardia. Mas eu, contrariamente a si, tenho que fazer e sou produtivo. Não gosto de ser sustentado.

 

Não sei, sinceramente, o que mais me faz rir: se a sua última tentativa de linchamento ao seu querido Fleuma, se das sucessivas mensagens que tenho recebido ou devo rir deste miserável comentário! Possivelmente, se contarmos com os anónimos, este será dos mais tristes e ridículos.

 

Devo destacar que ainda não foi desta que fui à forca. Embora, por estranho que pareça, tenha recebido mais apoio do que o que esperava ( existe quem se divirta consigo há muito tempo!) houve quem ficasse na dúvida. Mesmo sabendo como é e do que é capaz.

 

Não creio que seja necessário destacar a quantidade de imbecilidades que descreve. Nem propriamente confirmar o que antes alguém já disse; se acha que sou da pior estirpe, execrável e insuportável, não se entende porque razão continua a vir a este local. Mas ambos sabemos, não é? Mesmo com todas as suas nuvens de fumo e insinuações, sabemos quem tem a razão. Sabemos quem fez o quê. E essa é a sua maior mágoa. Não tem rigorosamente nada a apontar. Sabe, bem lá no fundo, que tudo o que tem recebido é merecido. E nunca me vai perdoar o simples facto de nunca a ter aceite como igual. Porque ainda hoje não entendeu a razão de tanto ódio. Afinal, ambos sabemos, a nobre beata tudo fez e continua a fazer para se aproximar.

 

Mas não devo deixar que se atrase muito mais um pequeno esclarecimento em relação e este descabido e ridículo comentário. Mesmo que eu saiba que este foi apenas um seu pretexto para aqui vir poisar a carcaça. Note que não voltará a ter outra oportunidade.

 

Contrariamente ao que delira, eu não fiz qualquer confusão entre si e a outra siamesa. A sua suposta indignação em relação à minha indiferença com a morte de alguém é tão ridícula que raia o grotesco. Sua idiota! Quem não entendeu nada foi você! É tão ciosa das suas intrigas e pseudo linchamentos e ainda assim não leu o que foi escrito noutros posts. A suposta troça com a morte do velho tem a ver com uma tirada cretina da sua siamesa, que num dos seus numerosos comentários no meu blog, jurou pela saúde do pai que não voltaria a entrar no meu blog. Mas no entanto, depois disso, já voltou várias vezes, sua idiota chapada! Por isso TRATA-SE DE UM IRONIZAR COM A SITUAÇÃO!! Por isso, cada vez que essa pequena barata aqui vem, significa que ela se está borrifando para a sua promessa e o velho pode bem já estar morto! ENTENDEU?? O post era para a outra, especificamente. NÃO PARA SI!!

 

Você, beata, é ridícula na sua tarefa de me agredir. Precipitada, ansiosa e muito idiota! Eu não quero saber de quem morreu na sua vida! É um problema seu. Mas julga que tudo sabe, não é? Uma vez mais : NÃO TEM NADA A VER COM O ASSUNTO!!! Meta-se na sua vida que já é merdosa quanto baste!

 

Aparvalhe-se antes e uma vez mais, com a sua capacidade inata de se transformar em figura triste. E não fale de quem não conhece porque a criança é milhares de vezes mais capaz e merece muito mais a vida do que um placebo que respira como você!

 

A beata, na sua ofegante indignação, é o espelho de tudo o que merece desprezo. E fala em instâncias? Mas não é você que ameaça tudo e todos com isso? Sua ignorante, você se tivesse algo para queimar já o teria feito. Acaba por ser igual à outra siamesa, mas você é mais sinistra porque como mais velha deveria ter a noção do que diz e do quanto fingida é essa sua indignação. A outra é mais comezinha e simplória. De resto, porque se admira das confusões?

 

Dos nomes que diz que eu chamo apenas o que se refere a fezes se pode orgulhar de ser seu. Por razões óbvias. De resto, os outros são para a outra parasita. Até porque também tem sido livre a linguagem em minha direção. Desde filho da puta a paneleiro. Nada de mais. Já me chamaram pior. Não. Consigo é rechoncha, gorda, mentirosa, intriguista, ignorante, despeitada e por aí em diante. 

 

Eu respeito a morte. Até mais do que a sua carcaça imagina. Mas não a sua morte. Beata.

 

Um pequeno e salutar conselho, visto que se deu à labuta de ir buscar citações das quais não faz a mínima ideia e que retira de conceito: para ganhar mais simpatias e amizades de amor e solidariedade, em vez de se deixar fotografar em poses de boçal, experimente pôr uma coroa de espinhos à volta dessa cabeça tola e abra os braçinhos gordos na postura de Cristo em frente da sua árvore de natal. De certeza que vai rebentar com a escala, ignorante.

 

Não é necessário o feriado para nada, porque a beata vem com ostensiva frequência ao meu blog. Sabe que não consegue viver longe. 

 

Coma pouco no natal, nunca se sabe o que pode suceder ...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Isa a 21.12.2016 às 10:41

"Só serve aos outros aquilo que eles queiram aceitar"
E ela aceitou...:))

Ou pretendeu aceitar, sob o pretexto de cá vir deixar um lamiré.

Todos os que leram e conhecem a estirpe dessas duas infâmias com pernas, perceberam perfeitamente o que o que quiseste dizer. Mas ela não. Oh os mortos. Não se pode falar em morte que lá vem ela a correr, mais a bandeira da sua dôr, dedo apontado ao quanto determinados assuntos devem ser respeitados. Contudo, não lhe li tal formigueiro quando a outra desvairada disse exactamente o mesmo sobre o Pai de outra pessoa. Pelo contrário, juntou a porcaria que é ao nojo que a outra sempre foi e será, é lá andaram as duas, ora difama aqui, ora calunia acolá, até se aborrecerem uma com a outra e o tal nojo fazer o que faz sempre, que foi falar dos mortos da agora indignada porcaria.

Aborreceram-se, porque a porcaria achou que o nojo de alguma forma se estava a querer chegar a nós - "nós" é quem não lhe come a putanhice que lhe vai na alma, eu nomeadamente - através de comentários que a porcaria entendeu serem de cariz mais, vá, amistoso. Confesso que me caiu tudo (mais) um bocadinho e fui reler coisas, não fosse dar-se o caso de se me ter escapado algo amistoso vindo dali, e eu ter perdido a oportunidade de recomendar onde o intento, caso houvesse, deveria ser acondicionado. Mas depressa parei, uma vez que me recordei que a porcaria foi-se meter onde não foi chamada, por achar que o que estava a ser dito ao nojo lhe era dirigido - exactamente como agora - o que me levou a concluir, de novo, que há gajas portadoras de uma falta de noção tão abismal, para além dos outros, óbvios, síndromes, que até um qualquer abismo se recusaria a acolhe-las em si, por disparidade de objectivos.



Imagem de perfil

De Fleuma a 22.12.2016 às 11:11

Sabes, parece uma ópera-bufa. Duas bobas com a mania da perseguição e que para piorar acham ser cómicas! A boba bufa mais velha, que segundo sei vai ter o ano santo em 2017, pensa ser o estandarte da moral e da indiferença. A boba bufa mais nova, de fantasias alargadas mas míopes, acha ser uma força natural. Ambas justificam a palavra estupidez militante.

Aliás, devo dizer-te que recebi 3 comentários ... assim às 3 pancadas, como é hábito da boba mais nova. O normal: insultos e injúrias. Continua a insistir que fui eu que a provoquei e comecei tudo. Pois ... diz que a criança do qual eu falo nos meus posts é minha filha! Vês, já está a arranjar filmes. Típico de quem pouco sabe mas pensa saber tudo. Como a gorda santa. Revela uma coisa interessante num comentário. Que o velho e a velha estão muito bem de saúde e recomendam-se. Achas que acredite? Pelo menos o velho já se foi. Volta a prometer não voltar e queres a cereja no topo da trampa?? Diz que sim! Que jurou que não voltaria, mas que não valeu porque cruzou os dedos!! Genuinamente Isa, eu dei uma gargalhada tão saudável! Deus, percebes porque se torna fácil conduzir crianças bobas ao desespero? impagável!
Sem imagem de perfil

De Isa a 22.12.2016 às 12:03

:))

Essa gaja deve ter os dedos já tão disformes quanto a cabeça, tal foi já a quantidade de vezes que jurou pela saúde do Pai não voltar aos blogues que, diz ela, é que "começaram". (Estou em crer que cruzar os dedos, foi o que a Natureza fez quando a pôs neste mundo, caray. Género "ora apanhem lá com isto e entretenham-se, não venham 'pois dizer que não sou uma gaja cheia de sentido de humor").
Foste tanto tu que "começaste", que quando ela plantou aqui as suas primeiras cagadas, tu até pensaste que fosse outra pessoa, né? Pois foi. Claro. Óbvio.
Vai-se a ver, e até foste tu também que fizeste aquele perfil falso do face, com o teu nick e o apelido da outra pessoa tonta, depois foste ao blog da pessoa tonta deixar lá o link do perfil, e quando a pessoa tonta estrebuchou, o tal perfil desapareceu miraculosamente. Ya. Calhando foste tu que "começaste".

Também deves ter sido tu que afirmaste que a menina é tua filha, claro. Os outros leitores é que não entenderam, por sermos todos lerdos das ideias. Elas é que, espertalhuças que são, andam aqui a iluminar o pessoal e conseguem ler nas entrelinhas, pois está claro.

Dasse. Ao chapadão e ainda era pouco, caraio.

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe