Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

 É sempre intensamente recompensador conseguir desfrutar do manancial que escorre da fonte  da previsão. Da capacidade que desperta reações antecipadamente previstas. Ora porque existe quem não consiga deixar de ser previsível ora porque outros são como crias domesticadas cujos sinais de reação são perfeitamente conhecidos e desde logo, manobráveis.

 

As reações e indignado arquear mental que certas massas cuspiram ao meu uso da palavra "NÓS!" tem sido deveras interessante. Previsto, mas curioso. Um crispar  estranhamente moralista nos primeiros momentos, para depois se converter num assobio de indignação quase infantil. Isto vindo de criaturas adultas. Supostamente adultas e independentes.

 

Sabia que a maldita palavra "NÓS!" não seria compreendida ou aceite. Muito menos vindo de mim. Por estupidez e falta daquele arrojo mental que suscita pensamentos mais claros. Longe da habitual ladainha miserável que gravita na normalidade de criaturas que me são inferiores. Lamento ter de escrever isto, mas eu esperava um pouco mais de criatividade. Assim não foi.

 

Não vou explicar o que a palavra "NÓS!" quis pontuar e assinalar. Cristo em fuga! Se assinalou e martelou! Creio que os danos foram extensos e não apenas entre a turba incestuosa, mas mesmo em outras "esferas", aqui sim, surpreendente.

 

Percebo a surpresa. Afinal e por norma estou só. Tem sido desta forma desde que cheguei a este poiso. Ao longo de mais de cinco anos que aqui permaneço nem sequer cheguei aos 30 seguidores! Diz algo, esta situação. Sei que não sou uma criatura fácil de mastigar e muito menos engolir. Os poucos que me seguem aprenderam a lidar comigo não porque sejam iguais a mim. Sequer parecidos. Diferentes mas também duros e muitas vezes terrivelmente incisivos e implacáveis. Nada próprios para palmadas nas costas e muitos menos diáfanas amizades que minam  a maioria. Uma vez mais e lamentando, uma minoria é predadora. A outra? Possível vitima por incapacidade.

 

A ironia das ironias com a indignação da palavra "NÓS!" e arrufos de nojo é uma joia preciosa que eu nunca desprezo. Não senhor! Nem pensar, santa temperança mental!

 

Pois então que tanto se falam de lobos sem nunca ter visto um que seja cara com focinho! Tanto se elogia e se afirma ser uma cópia desse mesmo - repito sem nunca se ter visto um que não seja na televisão - em solidão e esquecimento. Esquecendo que não vivem sós mas em matilha. Preciosa joia, vindo de quem se habituou a "caçar" em grupo e sempre, mas sempre regressava para o meio deste quando a punição se tornava intolerável. 

 

Como pode a palavra "NÓS" ser algo tão macilento e amargo entre criaturas cuja a mente espelha claramente e sem manchas a ovelha? Porque grupo é o barro da sua vida. Porque não uivam ou rosnam. Só conseguem balir, senhor! Indignam-se balindo, santa prudência!

 

Não há coletivo. Há apenas  uma aversão ao excessivamente estúpido e ignorante. Ódio a quem promete e não cumpre. Não deduzindo o óbvio: o respeito tem de ser merecido. Não forçado.

 

Pequena nota de altruísta conquista para a doce palavra "NÓS!": 

 

- encontrei o método para libertar este palheiro de um pequeno parasita que se havia insinuado sem a minha permissão. Deveria, seria mister que o fizesse, louvar as galáxias distantes em suas viagens sem fim. Mas não. Não foi assim tão difícil. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De Pink Poison a 26.02.2017 às 10:37

Vim aqui para te lembrar que existe vida além do que eu escrevo, escusas de escrever testamentos (que eu leio uma frase)baseados no que eu escrevo.
Sim, escreves porque eu escrevi a palavra Nós e eu escrevi porque tu te julgas superior , cria do demo, mas não és. Ah e não te preocupes com saúde do meu pai, está ali no sofá tranquilo da vida :)))
Imagem de perfil

De Fleuma a 26.02.2017 às 21:47

Olá cunt!

Tentarei aceder ao seu pedido e ser breve por razões óbvias - a sua pouca capacidade de captação que é sempre uma maçada.

Desculpe mas a cara cunt estará a fazer confusão com a palavra NÓS. Creio que se engana uma vez que quem utilizou esta palavra primeiro, aliás com excelente efeito, fui eu. Acredite que você jamais conseguiria tal feito com tamanha
eficácia. Coisa de limitações, digo eu.

O segundo post, este Shit Faced, uma vez mais foi erradamente confundido por si. Sabe perfeitamente a quem se dirige. Senão, volte a ler e veja se reconhece algo seu, tirando o último parágrafo, esse sim! Todo seu!

Erros seus má fortuna, cunt.

Vi apenas agora o seu "NÓS" e sabe bem que eu só leio o seu sebo em raras ocasiões e acha mesmo, realmente que o que debita me interessa? Acha, bem lá no seu profundo e oco ser que eu acharia que a vida terminava em si?

Portanto, foi a cunt que escreveu primeiro "NÓS" e eu é que a segui? A sério!??


Não julgo, Sou superior a si. Lógica imutável.


O seu estimado pai já não existe. O que vê sentado no sofá, tranquilo da vida é um holograma da sua mente. O que sucede quando não se cumprem promessas...

Sem imagem de perfil

De PP a 26.02.2017 às 22:22

Cunt porque ordinário? Porquê pá? Andas a confundir - me com quem?
Sem imagem de perfil

De PP a 26.02.2017 às 22:26

O meu pai já não existe. Esta vou ter que mostrar ao mundo.
Sem imagem de perfil

De PP a 26.02.2017 às 11:32

Agora expões o meu IP, faz um post com o meu comentário e constrói mais um texto acerca do mesmo.
Sexta quando for a tribunal por bullying informático, vou lembrar-me de quem te aliciou e de ti.
Crias têm os animais e eu não sou um animal.
Pega abraço
Imagem de perfil

De Fleuma a 26.02.2017 às 22:20

Olá de novo pequena cuntie!

Que actividade hoje, huh? Aposto que o esforço de pensamento deve ter sido duro - tão longe das margens made in Happy e derivados!

O seu IP será publicado quando eu quiser - você não manda. Rasteja.

Os textos construídos sobre si, cara cunt, são objecto de estudo e análise. Cobaia. Apenas quando assim merece o faço.

Parece ter uma estranha convulsão para tribunais e ameaças veladas. Não sabe o que é bullying informático, pois não cunt? Senão deveria saber que quando insultamos os outros com obscenidades como você, barraqueira que é, tanto gosta de fazer estamos a praticar o mesmo. Não confunda bullying com direito de resposta. Chamar filho da puta e paneleiro pura e simplesmente reserva o direito de resposta. A uma ofensa. Um acto de bullying, estúpida!

Quer que continue? Antes que a sua cabeça rebente, lembre-se de quem começou isto. Quem criou perfis falsos e tentou difamar quem. Reveja o seu primeiro comentário e quando comecei a responder-lhe, pequena larva.

Essa ameaça não é para mim, com certeza. Abstenha-se de mais embaraços.

Interessante, essa sua obsessão comigo e com quem diz ter-me aliciado. Nomes são precisos, cunt. Cuspir é fácil. Provar é mais dificil.

E sei que se irá lembrar de mim. Aliás, você é como a gorda. Não consegue esquecer-me. Só isso continua a justificar as suas visitas e amor ao Fleuma.

Somos todos animais, pequena criatura! Uns racionais e outros irracionais. E nos racionais, uns são mais do que os outros, pequena!

Também se podem chamar crias aos bebés humanos, cunt. Não é ofensa. E bebés os pequenos irracionais. E as senhoras não dão à luz, vão parir, pequena. Coisa que você pensa ser coisa de rata ou ovelha.

Aqui só pego o abraço de uma pessoa. Porque merece. Você ainda nem chegou ao primeiro degrau.
Sem imagem de perfil

De PP a 26.02.2017 às 23:25

E nunca irei chegar a qualquer um. Eu sou a superior aqui, a mim nunca me lavaram o cérebro. Cunt é ofensa, Sexta falarei em si, e estou bem nas tintas se expõe o IP ou não, foi uma amiga sua que me disse que era ilegal. Bom mas a um advogado não deve ser não é?
Imagem de perfil

De Fleuma a 27.02.2017 às 00:27

Atente bem no que lhe vou dizer porque esta conversa já me está a deixar enfadado, facto que parece ser comum vindo de si.

Cuidado com a forma como está a lidar com a situação. Não gosto de ser ameaçado muito menos por quem não sabe o que diz. Fale o que quiser. Seja a quem for. Nenhum advogado no seu perfeito juízo se interessa por situações que não são verdadeiras e muito menos legais!

Acaba de despertar a minha curiosidade e garanto-lhe que vou ficar atento. Bem mais do que uma criatura obscena merece. Não se esqueça do que aqui escreveu.

Acabou a conversa.
Sem imagem de perfil

De PP a 27.02.2017 às 11:29

1 lembre-se das vezes que me chamou "cunt"
e se algum dia nos encontrarmos espero que o meu pai esteja por perto e , como homem educado que é, lhe dê um aperto de mão , para lhe mostrar que hologramas só quando bate punhetas e não é o meu pai que vê.
Agora já terminei
Imagem de perfil

De Fleuma a 27.02.2017 às 16:28

Gosto das suas analogias sempre muito simples e como posso descrever para não a magoar muito que já entendi que sois frágil: um pouco retardadas e despropositadas. Enfim ...

Gostaria então de se encontrar comigo? Escreve sobre um possível ato de masturbação? E com o pai a ver? Será que se trata de Voyeurismo? Este aliás, parece ser um tema que domina as suas fantasias. Básicas e simples. E já inclui o Fleuma?

Já lhe disse que ameaças veladas são para cobardes. Não tenho receio algum, pequena. Seja físico seja de argumentos. E depois, após uma masturbação não se apertam mãos! Pelo menos pela minha moral. Quanto a si, tenho dúvidas.

Adeus.
Sem imagem de perfil

De Isa a 27.02.2017 às 12:14

Isto ontem esteve animadito, heim, Fleuma?:D

Com mais do mesmo, naturalmente, porque a comentadora em questão não dá mesmo pra mais, enfim, ela é provocações, ela é ameaças de queixas às autoridades e etc, mui curiosamente sobre coisas que a própria se fartou de praticar nomeadamente em relação à minha pessoa - como aqui já disse - e como sou testemunha de que praticou em relação a outros, nomeadamente a ti. É deixa-la à vontade, portanto, para que e queixe a quem achar por bem, na medida em que já me fizeram a gentileza de me me fazer saber - refiro-me a bloggers e não só - da suas disponibilidades em atestarem, ou confirmarem, o que acabei de dizer.

Desde a exposição ilegal da minha imagem à exposição de informação privada, desde ameaças idênticas a estas que te fez agora, e outras, inclusivamente à integridade física do alheio,com o seu famoso krav magá, e mais à de dizer saber onde mora A ou B, penso não ter havido alínea nenhuma do código penal que a louca não tenha pisado. Até com a pessoa estranha de com quem se amiga e desamiga à velocidade da luz, já falou das editoras, ameaçando fazer-lhes saber de não sei o quê, já nomeou a filha ameaçando faze-la saber de algo igualmente estúpido. Há, portanto, um manancial de atitudes menos próprias, ou - usando a única linguagem que a coisa entende - ilegais, a levar-se em consideração, atitudes e acções essas que esta que te comenta, terá todo o gosto em mostrar, eventualmente e quando ou se for o caso, às autoridades, passando mesmo à frente do argumento "quem começou", que, penso ser do conhecimento até nos planetas recentemente descobertos pela NASA, se sabe quem foi, quanto mais não fosse, pela atitude aqui demonstrada nesta caixa de comentários. Ou seja, o simples facto de haver uma tresloucada que se dá ao trabalho de visitar espaço alheio nos preparos acima visíveis, é, pelo menos quanto a mim e julgo não estar só, bem denotativo do calibre de carácter (ou falta dele)de que é possuidora.

Pelo que, "à merda" só é pouco, na medida em que a avestruz é capaz de precisar de uma bússola. Logo, e com o perdão às eventuais almas mais sensíves e com a tua licença, obviamente, "'ta foder", é capaz de ser o mais indicado.

(Toda a gente sabe que pelo menos nisso, a criatura lá se vai desenvencilhando).


Pela lá abraços, pá. Dois.

Imagem de perfil

De Fleuma a 27.02.2017 às 21:28

Recorda, esta criatura é simples de forma e procedimento. Tem um problema sério de gigantescos ciúmes referentes à tua pessoa. Não me interessa porquê, mas parece que tudo e todos os que gravitem ao teu redor são culpado de algo. No meu caso preciso parece que fui aliciado e mais algo relativo a amantes.

Isto é desde logo grave e passível de processos por difamação. Mas pouco interessa. Creio que se trata de alguém muito pouco culto no que respeita a proceder sem estar sistematicamente à procura de justificações e perseguições.

Acho-a frágil e facilmente destrutível. Por vezes até me abstenho de a castigar em demasia porque nitidamente não está preparada. Defende-se insultando e ameaçando como as crianças quando são contrariadas. E nota: já reparaste como estremece e se torna insegura quando se fala no pai? Necessita de afirmar repetidas vezes que está vivo, mesmo quando ironizamos. Como se a figura paterna fosse o que a prende a uma certa segurança. Cita o pai sistematicamente e como ameaça. Quase a imagino a cruzar os dedos e fugir para o pai sempre que a vida corre mal.

E a relação com a gorda?? Entendes?? Mais velha e podia ser a sua mãe. Revela sintomas de rejeição e por isso ora discute ora tenta proteger a mais velha. Aliás, os seus últimos comentários aqui revelam muito. Sabe perfeitamente que não era para sim. Que eu pouca importância lhe dou. Mas foi uma forma inconsciente de tentar defender a outra.

É uma criatura bizarra e insegura que possui uma elevada capacidade de fantasiar. Sonhar com o que não tem. Acho que tens um problema com ela e os seus ciúmes. Até eu acho que parece estar a ganhar uma obsessão comigo, mesmo depois de tudo.

Sinceramente a mim maça-me. Porque nitidamente não consegue esconder as suas incapacidades e qualquer discussão se desgoverna e torna uma punição para sim. Admiro a tua paciência e de outros, mas eu não consigo lidar com tanta incapacidade. Lamento mas tenho uma paciência limitada.

Reparaste que não percebeu rigorosamente nada da ironia do pai e do holograma? Deus que é muito curta de miolos. Até magoa!

Achas que sim? Que posso aceitar abraços?

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe