Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

partida,

talvez a infindável eternidade te aguarde,

lamento-te,

porque te sei perdida, desvanecida

mesmo em desespero de morte,

sintas, exausta

encantamento

 

o lugar amado,

destruído,

o nojo do que nos tornamos,

crianças sem mãe, conscientes da nossa frágil condição

inaceitável agonia,

 

afastamento,

mundos aparte, tristeza

embora com suaves palavras possamos sorrir,

sonhar,

que se agita o coração,

se calhar, porque ainda virá alguém que nos aceitará

como realmente somos.

 

 


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







topo | Blogs

Layout - Gaffe