Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

Escuridão e luz. Luminosidade e falta dela.

Continua a ser regra dogmática que uma é o bem e outra o mal. Frutos apodrecidos de crenças difundidas por uma sociedade  temerosa e preconceituosa. O senso comum dita que se tema a escuridão. Que nela reside o mais sinistro. Que nela habitam os demónios.

Tem muito a ver com os primórdios humanos, quando se  sabia estar no escuro o predador. Mesmo descoberto o fogo e a sua luz trémula, temia-se o que circundava para além da pobre chama. Os olhos que brilhavam e assustavam. Acho que começa aqui este temor da escuridão. São raras as pessoas que conheço que conseguem estar no mais perfeito silêncio e em escuridão. Temem e receiam.

 

Até provas em contrário nada será o que parece. Ou querem que pareça.

A luz não é o bem. A escuridão não é o mal. Não existe um bem absoluto na luz ou um mal supremo na sombra. Sem um deus e sem um diabo, dogmas que aspiram a exercer domínio e ignorância, posso olhar para a escuridão com olhos cristalinos.

O que assola o planeta nada tem a ver com outro conceito que não seja a imbecilidade humana. O que se passa neste mundo é apenas resultado do que é humano. O chamado mal é apenas e só humano. Miserávelmente humano. Espalhado e usufruído por seres humanos.

 

A última vez que assim me expressei a alguém, um certo pastor luterano, ele chamou-me  satânico. Talvez por que, segundo sei, satanismo significa oposição, revolta e liberdade individual? Como ateu, só posso discordar. Mas se me querem satânico, seja.  Por absurdo que pareça, ainda se julgam certos pensamentos com um olhar vesgo de inquisidor.

 

Para mim, a escuridão, como conceito individual e muito longe de qualquer misticismo religioso ou pagão, vai muito para além do mero bem ou mal. Representa o  está oculto na mente humana. O que a sociedade proclama como vil escuridão é o subconsciente humano a trabalhar. O mistério e o que está escondido. O secreto e o que é realmente nosso. Individual e único.

A luz é a consciência e a sabedoria. A escuridão absorve os restos do que é socialmente incorrecto.

Se formos realmente sinceros, veremos que luz sem trevas não existe. Escuridão sem luz não existe. A razão sem o instinto básico e primário é impossivel.  A luz é a inteligência e a razão. A escuridão é a intuição e a imaginação.  Pela chamada luz temos a actividade criativa. Pela escuridão temos a reflexão interior e o repouso. O que um conceito nos tira, o outro devolve. E se mais fosse necessário para a importância do conceito da escuridão na nossa vida, basta que nos lembremos do príncipio de tudo, quando estamos no escuro do útero materno e quando morremos e voltamos para a escuridão da terra.

Onde tudo começa e onde tudo acaba.

 





Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2017
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2016
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2015
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2014
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2013
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ
  105. 2012
  106. JAN
  107. FEV
  108. MAR
  109. ABR
  110. MAI
  111. JUN
  112. JUL
  113. AGO
  114. SET
  115. OUT
  116. NOV
  117. DEZ
  118. 2011
  119. JAN
  120. FEV
  121. MAR
  122. ABR
  123. MAI
  124. JUN
  125. JUL
  126. AGO
  127. SET
  128. OUT
  129. NOV
  130. DEZ


topo | Blogs

Layout - Gaffe