Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 

Já fazia sentido visitar lugares e pessoas que há muito não via. Por incrível que pareça, sigo sempre com um nó na garganta. A anticipação do que poderei encontrar, a falta de qualquer noção sobre aquele local ou pessoa que há muito nada sei, deixa-me sempre aturdido.

Quando chego ao local que pretendo recordar tento abrir os sentidos, cheirar algo familiar, ver qualquer coisa que me desperte a recordação. No fundo, tentar ver a luz no escuro. Se tal não acontece, tento não naufragar em divagações. Quero redescobrir o que há muito deixei para trás. Na maior parte das vezes não consigo. Permanecem as recordações, desilusão perante a realidade que encontro.

 

Se visito uma pessoa que deixei de ver por tempo suficiente para que as suas feições, actos ou atitudes se tenham tornado geladas na minha consciência, o sentimento é ainda mais profundo. Não faço planos, nem sequer tento imaginar como será ou estará. Tento limpar as noções e recomeçar de novo. Como se fosse pela primeira vez. Nunca deixo de me surpreender, tão certo como estar vivo. São muitas as vezes que certas pessoas se revelam plácidamente na mesma. Não são diferentes do que eram. Continuam a julgar-se infinitamente melhores do que são. Permanecem no mesmo estado vegetativo de incapacidade moral. Acho-as em estado de natureza morta. Em decomposição.

Outras adquiriram um fulgor, um brilho escondido. Há algo perturbantemente salutar no seu olhar. Cada palavra, gesto ou trejeito é genuíno. Até no café que oferecem!

É nestas alturas que eu me sinto verdadeiramente em casa. Cúmplice e completo.


1 comentário

Imagem de perfil

catarina szelsky 27.06.2012

Admiro imenso a tua coragem por te assumires abertamente como ateu porque a maior parte das pessoas vivem na hipocrisia como tu muito bem disseste e têm "medo" de admitirem perante os outros naquilo em que acreditam.
Eu sou uma pessoa tolerante a opiniões contrárias à minha. Não fico ofendida nem zangada por tal porque cada um tem liberdade e o direito de pensar e acreditar em que quiserem e por mais, é a falar que o povo se entende. Fiquei com a impressão que muitas pessoas não aceitam o que tu dizes ou pensas, pois bem, isso é pura estupidez porque é ao "discutirmos" sobre um assunto qualquer com uma pessoa de opiniões diferentes à nossa que evoluímos enquanto pessoas e "quebramos" as barreiras da nossa mente. É muito mais interessante ouvir opiniões divergentes à minha.
Quanto ao teu comentário, eu nunca li o anticristo de nietze portanto não me posso alongar sobre esse assunto mas o que eu acho é que o ser humano nunca descobrirá uma prova quanto à existência de Deus, isso é completamente utópico e é por isso que muitas pessoas agarram-se à fé porque é a única coisa que têm. Como eu disse eu acredito que haja algo superior a nós. É estúpido pensar que a espécie humano é a mais complexa, inteligente e evoluída de todas espécies bem como que estamos sozinhos neste imenso universo. Eu sinto que por vezes estamos acompanhados por alguma presença metafísica e espiritual, algo sobre humano e poderoso mas que não se enquadra numa ideologia religiosa e daí eu não acreditar em religião.
Eu repugno completamente o fanatismo religioso porque o facto de as pessoas terem religião, afasta-as da verdadeira palavra de Deus que tanto amam transmitir. Estão tão preocupadas em defender as suas religiões que se esquecem em elas próprias objectivar nas suas acções ( e pensamentos) a palavra de Deus, os seus ensinamentos que elas próprias tem a missão de divulgar ao outros. Como tu eu abomino toda essa estrutura de padres, igrejas entre outros porque sinto que a maior parte dessas pessoas ( não podemos generalizar) são infiéis à sua religião, não seguindo no seu dia a dia o que aprendem na sua religião. São ainda piores do que os outros . A religião tornou-se um comércio de almas, a religião que tanto abomina a intolerância, o preconceito, a perseguição, faz de tudo isso um hábito, a religião que repugna esses pecados objetiva-os no seu dia a dia e não aceita a diferença.
Quanto ao paranormal eu tenho fases em que acredito que sim, existem espíritos, fenómenos extraordinários ou presenças metafisicas que nos acompanham, que nos rodeiam e que não são deste mundo. Eu tenho por hábito ler aquelas histórias de paranormal na internet e como também seguir este site http://portugalparanormal.com/ e cada vez que mais leio esses relatos, mais eu acredito piamente em tal. Talvez seja os espíritos dos nossos ente queridos que estão presos no nosso mundo ou como já me disseram figuras de demónios que tomam a forma dos nossos familiares apenas para nos atormentar e amaldiçoar a nossa alma. Contudo às vezes ponho tudo isso em questão e afasto a minha mente disse ( é quando o lado racional vem ao de cima).
Para finalizar tu não és satânico nem coisa que se pareça. Como tu, eu também tenho um gosto especial pelo macabro, pelo provocativo, carnal e pelo sanguinário. Tenho um pseudo blog apenas com imagens estranhas e esquisitas que a maior parte das pessoas as caracteriza como tal, mas que para mim são absolutamente interessantes e sublimes, despertando a minha fervorosa curiosidade e inspiração. Os meus textos também se enquadram nesse cenário do paranormal, do trágico, sofrimento, solidão e penumbra etc. mas sempre com um toque de sarcasmo também. Eu adoro vaguear por esses sentimentos e aprofundá-los nos meus textos porque só apenas quem os "conhece," é que pode falar sobre eles.
Deixo também aqui a minha admiração pela tua postura e ainda por mais pela tua justificação porque a maior parte das pessoas adoram tomar posições sobre algo ou levantar assuntos, porém não conseguem justificar-se explicitamente.
Como eu já referi, podes sempre povoar o meu blog. Está aberto a qualquer tipo de opiniões quer sejam contrárias ou semelhantes.

Comentar post





Arquivo

  1. 2020
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2019
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2018
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2017
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2016
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2015
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2014
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2013
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ
  105. 2012
  106. JAN
  107. FEV
  108. MAR
  109. ABR
  110. MAI
  111. JUN
  112. JUL
  113. AGO
  114. SET
  115. OUT
  116. NOV
  117. DEZ
  118. 2011
  119. JAN
  120. FEV
  121. MAR
  122. ABR
  123. MAI
  124. JUN
  125. JUL
  126. AGO
  127. SET
  128. OUT
  129. NOV
  130. DEZ


topo | Blogs

Layout - Gaffe