Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



De súbito tudo mudou de lugar - nada se encontra onde era costume. Pareço um cego a caminhar numa sala desconhecida; batendo com as canelas numa mesa, com a testa num móvel que não deveria ali estar.

E partilho aquele desespero de desconhecer o que fazer. Vejo nos olhos o vazio da falta de esperança quando me olhas e suplicas por uma resposta, que não consigo dar.

É mais fácil perder a noção de destino quando tudo não passa de um borrão escuro. Hoje, como ontem e num outro futuro, gostaria de colocar tudo como antes: em locais onde um cego pudesse caminhar sem se magoar. Tenho a certeza que te seria mais útil.







topo | Blogs

Layout - Gaffe