Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Reconheço-te, como em muitas outras vezes, debaixo de tantos e tantos sussurros, as minhas fraquezas. Só a ti me atrevo a fazê-lo. Apenas a ti e perante a tua presença.

Mas, esquece-as! Quero antes falar-te das ânsias que me consomem. Pretendo falar de algo que também já conheces, como se  da tua própria respiração se tratasse.

 

Por cada momento que te olho, seja em plena  escuridão da noite ou seja no mais intenso brilho do sol, nunca me pareces próxima. Quase sempre, sinto que estás mais longe do que perto. Por isso, decido aproximar-me cada vez mais. Mesmo que estejas a centimetros do meu toque.

A tua sedução reside num estranho caldo  de bruxaria. Entrego-me a ti. Voluntáriamente. Livre. Aos teus braços que envolvem o meu pescoço. Ás tuas pernas de seda, que dominam a minha cintura. Como um virtuoso opiáceo, é nos teus olhos que percebo em que homem me tornei; é na tua boca que residem os segredos da tua imensa sabedoria.

 

Sou tão imensamente imperfeito! Tão enormemente ansioso.

E tu sabe-lo. Assim o queres.

A minha respiração nunca é terna ou harmoniosa quando me aproximo de ti. Cavalga e vibra. Tu? Colocas as mãos que curam, no meu peito e invocas o meu sossego. O teu dedo indicador traz a tua  saliva aos meus lábios e deixas que me liberte. Acho que amar é assim, animalesco e ao mesmo tempo de entrega. Só assim consigo justificar a ânsia com que percorro a tuas costas ondulantes com a ponta da língua para terminar com um suspiro no teu pescoço e uma dentada na orelha. Executas aquele bailado que me torna ainda mais demente ...

 

Só consigo parar por exaustão e mesmo assim, por entre a meia luz, não deixo de te olhar ( o olhar pardo, como lhe chamas ...) e ansiar por cada gota de suor que te escorre pela pele. Por cada arfar teu, cada doce suspiro teu, eu sei que fácilmente me levarás para qualquer lugar que queiras. Mais, que na tua beleza frágil, me esmagas sem esforço e rápidamente me tornarias louco. Se fosse essa a tua vontade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Mariella a 24.06.2013 às 20:11

é assim o amor...
Imagem de perfil

De catarina szelsky a 28.06.2013 às 22:11

Continuas a escrever tão bem ... Geez dás-me um bocadinho desse talento?

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe