Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



São as piores manhãs, as do chão frio e das janelas a ferver. E da luz que que queima impiedosamente. São as manhãs da certeza da alma, de que o dia não poderá ser atravessado mas de alguma forma, terá de ser escalado. Em sentido vertical. E no final, quando chega a hora do sono será, de novo, como voltar a cair de algo muito alto e escarpado.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.







topo | Blogs

Layout - Gaffe