Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Antes seja desta maneira:

 

não existe neste mundo um Mal ou um Bom absoluto. Não são conceitos, sentimentos, acções fixas e imutáveis. Não são entidades e no entanto trocam de lugar constantemente.

Um Bom pode transformar-se num Mal numa questão de segundos. O contrário tambem acontece. Esta é a forma como eu vejo o mundo. Para muitos, demasiado redutor e muito extrema. Mas eu tenho conseguido sobreviver, se calhar é o melhor caminho. O que devo seguir. Manter, obstinadamente,  um equílibrio entre Bem e Mal.

Eu acho que as coisas são mais lógicas e compreensíveis na escuridão. Mas por vezes (isto eu sei bem), quanto mais tempo eu permaneço no escuro, mais dificil se torna regressar ao mundo acima. Onde está a luz.

 

Tags:


3 comentários

Sem imagem de perfil

naomedeemouvidos 05.09.2021

Tenho vagueado por aqui. Sim. Por estes teus textos mais antigos, porque cheguei cá muito depois e desconhecia-te. Procuro-os porque me fascinam. O que compreendo e o que não compreendo, os que parecem tão distantes do meu caminho e aqueles em que me encontro.
Não há muito que "comentar". Comentar o quê, quando tudo parece violentamente íntimo e, mais raro ainda, violentamente genuíno?
Já te disse que me apaixonei irremediavelmente por este lugar. Mantenho-o. Também sei que deveria ter deixado este comentário - palavra bastante miserável neste contexto - naquele teu último texto, mas não saberia como dizer-te como o acho precioso. Guardo-o para mim, e sei que é um abuso.
Fica enquanto puderes. Eu fico enquanto puder.
E, sim, o filósofo enganou-se.
Um beijo.
Imagem de perfil

Fleuma 05.09.2021

Respeito a tua necessidade de distância, principalmente desde a tua saída desta plataforma. As minhas palavras foram sentidas e sinceramente para ti. Não creio que pudessem ser para outra pessoa, pelo menos aqui. Mesmo com a tua saída nunca deixaste de me acompanhar e estar presente. Existe mais companhia agora, bem mais do que desejo. São até muito generosas com as minhas cismas. Continuo a receber comentários que ora insultam ou se tornam demasiado intimistas. Raramente publico comentários que não sejam relevantes para mim.

Existem 3 ou 4 pessoas por aqui que vale realmente a minha atenção, mas tu recordas-me momentos que vivia enquanto lia o que escrevias e isso torna-te única neste local. Gosto do que escreves noutro local, sabes disso. Mas nesse local o meu respeito pela tua necessidade de distância é imenso. Sei que sim porque eu também sou ferozmente cioso da minha privacidade, mas como alguém que muito estimo costuma dizer-me, foi aqui que senti aquele sabor da dança com o diabo. E muitas vezes estavas presente.

Qualquer homenagem vinda de uma criatura como eu é rara. Reconheço. Mas inteiramente merecida porque mesmo noutro local não me esqueceste.

Foi para ti. É teu.

Beijo e abraço.
Sem imagem de perfil

naomedeemouvidos 05.09.2021

Como é enorme o meu respeito por ti, também.

Acredito que recebas muitas mensagens de ódio e não só de ódio. Os teus textos são densos, podem ser dilacerantes. Há quem não suporte olhar para dentro de si mesmo e, muitas vezes, és como um espelho. Para mim, pelo menos.

Guardo-o com imenso carinho. Importa-me, sim. Obrigada.
Um beijo.

Comentar post







topo | Blogs

Layout - Gaffe