Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



 

O que mais custa é deixar que esse sentimento fuja do nosso alcance. É doloroso o esforço de quem tenta agarrar algo ou alguém que se recusa a ficar ao nosso lado. Tudo que fica é um sabor criminoso pelo simples facto de sentir algo. De querer algo. É como ficar arrependido por desejar e ser desejado. Aqui o caos tem o sabor do pensamento dos que desistem por achar que estão errados e a tentar nadar por águas turvas.

Mas talvez algures alguém ainda pense em mim. Se calhar alguém pensa em mim como em anjos e não demónios, enquanto vai usando as cores de uma estranha nebulosa para cobrir o meu corpo. Como uma visão esculpida apenas na mente - um respirar apenas pelos lábios perante um toque. Um pensamento de salvação para mim. Um chamamento silencioso que eu respondo sem lá estar.

Para mim tão cristalino e puro. Tão imensamente raro como aquela gargalhada que carrega consigo o supremo poder da salvação. Tão maravilhosamente delicioso como o conhecimento de que outro desconhece a sua capacidade de cauterizar as minhas feridas. Como pressentir o toque suave da química que afasta a tristeza. Como uma necessidade minha e violenta de oferecer tudo o que está curvado nas sombras.

Sim. Isso mesmo. Porque por vezes tudo é belo. Tudo é violento.

 

 







topo | Blogs

Layout - Gaffe